Monday, November 6, 2006

TechEd 2006: Introduction to Software Architecture (Sessões 1 e 2)

A primeira sessão da pre-conf foi muito "alto nível", com o Ron Jacobs a identificar três funções que considera chave num arquitecto: a faceta de explorador/visionário, o aspecto de "advocate", que se preocupa com o cliente e o problema (sendo este o aspecto que me parece menos interessante em termos de analogia, uma vez que um advogado é alguém que pode defender causas que sabe serem do culpado), e finalmente o aspecto que mais tradicionalmente se pode associar à função de um arquitecto, a concepção/desenho de uma solução.
Foi uma sessão vaga e algo superficial, mas também com carácter introdutório.

A segunda sessão, com o Scott Hanselman, foi mais interessante. O título era "Essencial Abilities of a sw architect", e focou em aspectos como preocupações com segurança, disponibilidade, e desempenho. Três preocupações genéricas, mas tb muito fundamentadas no tipo de trabalho desempenhado pelo Scott, em sistemas com frontends web. Aproveitou para "vender" aspectos que já apresentou tb em podcasts, como sejam os testes unitários, integração contínua, e scrum. Um aspecto particularmente saliente, em qualquer das três dimensões, tem a ver com a possibilidade de tirar medidas não equívocas, de forma automática, que possam ser comparadas com uma "baseline", e assim avaliadas.
Uma dos inúmeros sound-bytes que disse foi "A quantidade de artefactos não-software num sistema deve tender para zero." O exemplo? Um documento Word que diz que o tempo de carregamento de uma página deve ser inferior a 2 segundos deve ser substituído por um teste automático que verique essa condição.
Uma sessão interessante, com um speaker muito eloquente.

 

No comments:

Post a Comment