Thursday, February 9, 2006

SharePoint "12": novidades para o utilizador

Nos últimos dias tenho estado mergulhado no novo SharePoint "12" beta. Depois de inicialmente ter ficado algo surpreendido pelo facto de ainda ter várias arestas por limar, a impressão só tem melhorado.


Talvez a queixa que ouvi mais vezes relativamente ao SharePoint 2003 era o facto de não ter permissões ao nível do item (fosse em items de listas ou num documento numa document library). Essa restrição foi removida nesta versão, podendo ser aplicadas permissões específicas por item. Adicionalmente, agora os conteúdos a que não se tem acesso já não aparecem, em vez de aparecerem e se clicar para aceder a uma mensagem de "Não tem acesso.".


Outro lamento a que já estava habituado tem a ver com os workflows, que agora estão de volta em força. Baseados em WWF, o SharePoint tem de base os tipos mais comuns de Workflow (como aprovação/recolha de feedback em sequência ou paralelo), e se não forem suficientes, pode usar-se o FrontPage (eu disse FrontPage? queria dizer Office "12" SharePoint Designer, o antigo FrontPage is-no-more -- afinal de contas, temos aí o Quartz) para criar outros tipos de Workflows, com um conjunto de actividades já incluídas no produto. E se ISTO ainda não chegar, podem programar-se novos workflows à mão e fazer deploy para o SharePoint.
Estes workflows podem estar associados a listas, a bibliotecas de documentos, ou até a tipos de conteúdo, outro dos conceitos novos.


De certa forma, estas duas evoluções são o repôr de funcionalidades que existiram no SharePoint 2001, mas agora reformuladas e mais flexíveis e eficientes, o que não deixa de ser curioso. :-)


Só para referir mais algumas funcionalidades para o utilizador final:


- os items de listas podem agora ter um número ilimitado de anexos;


- existem novas templates de site, entre as quais uma chamada Official File, que é algo como um Repositório Oficial Formal de Documentos (imagine-se um Arquivo Morto, onde estão documentos como o Relatório e Contas de 1998, e que têm de ser obrigatoriamente guardados durante 10 anos);


- tipos de conteúdo: um tipo de conteúdo é em essência um conjunto de meta-dados que são associados a um documento numa document library. Um exemplo clássico é a Acta de Reunião, ou Fax Recebido. Cada um destes tem atributos diferentes, pode ter associados workflows distintos, datas de expiração ou arquivo automático, etc. E o melhor: podem haver documentos de diferentes Tipos de Conteúdo numa mesma Document Library.


- Recycle Bin: já havia um download da comunidade para esta funcionalidade, agora vem de base no produto.


- Integração com o Word, Excel, etc: existe uma integração muito próxima entre estas ferramentas e o SharePoint, ao ponto de se poder fazer aprovação em workflows no próprio Word, preencher metadados (via formulários InfoPath apresentados embebidos no Word...), etc.


Podia ficar aqui muito mais tempo a falar das novidades, e ainda nem referi a pesquisa, o facto de o SharePoint agora incluir o Content Management Server, o Business Data Catalog, etc. Mas deixo isso para outras oportunidades.


jota


ps: julgo que o beta2 esteja para Março... e a licença go-live também para essa altura (?).

No comments:

Post a Comment