Sunday, January 30, 2005

Novas - BizTalk e IBF

Com o SP1 do BizTalk fresquinho a instalar enquanto escrevo (o Readme diz algumas das novidades, mas aqui está uma lista dos fixes incluídos), e com muitas outras novidades por aí, chamo a atenção para duas:


1) um post que vale ouro, a explicar como dizer ao BizTalk/VS.Net para não apagar os ficheiros .CS que são gerados aquando das compilações:


Create a key called BizTalkProject at the following location:



HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\VisualStudio\7.1


Next, create a DWORD value called GenerateCSFiles. Set the value to 1 (or higher). Restart Visual Studio, load a BizTalk project and re-compile. Now take a look at your project folder.


2) A grande novidade é no entanto a publicação do Exame 74-315 (Developing E-Business Solutions Using Microsoft BizTalk Server 2004). Este exame não conta para MCSD, mas sim, em empresas parceiras, para a Competência "Integrated E-Business Solutions". Diz quem já fez, que não é pêra doce. Mr Scott has all the news.


Entretanto, outras coisas interessantes que por aí circulam incluem o facto de terem voltado a estar online os labs de BizTalk, para quem quiser aprender ou testar sem ter de instalar (o desempenho é surpreendentemente bom, mesmo remotamente, diga-se). Também já saiu o Blogger's Guide to BizTalk de Janeiro, já com 218 artigos (e se alguns são apenas pequenos posts/notas, outros são muito catitas de ter à mão, como o de BizTalk and SOA do capítulo sobre Service Oriented Architecture). E achei muito interessante a utilização que o Scott Colestock fez do Log4Net em BizTalk, depois de, há um tempo atrás, ter perdido muitas horas a fazer o (antigo) Logging Application Block funcionar com  Bts (quem não tem ainda a Enterprise Library "Janeiro 2005"? - depois do trauma de usar o CMAB e o LAB com o BizTalk, não posso esperar para testar isto).


Um ps: estive a experimentar  a Office Information Bridge Framework, depois de ler uns artigos interessantes sobre a tecnologia. O conceito, que é muito interessante (apesar de em termos de desenvolvimento ter muito que simplificar, penso eu), pareceu-me sofrer um revés infeliz devido ao simples facto de implicar ter o Office Programmability Support instalado. Esta opção não está seleccionada por omissão, e infelizmente não é fácil, nos clientes do "mundo real", pedir para se adicionar este componente para suportar aplicações específicas (especialmente se em muitos contactos as reacções a tudo o que não seja web são bocas abertas e recusas imediatas). Talvez na próxima versão?


jota


ps- não só é possível aceder aos ficheiros source em C# do BizTalk, como é possível fazer-lhes debug...

No comments:

Post a Comment